5 carreiras oportunas no futuro da Psicologia

 

O mercado é o mais promissor possível para a Psicologia. Esse profissional tem uma importante tarefa a cumprir no mundo moderno, aliviando o sofrimento de muitos e permitindo que as pessoas alcancem a felicidade mesmo em meio às crises econômicas, aos conflitos mundiais, às doenças e ao sofrimento em geral.

 

O futuro do profissional que atua nessa área está previsto nas Diretrizes Curriculares Nacionais: escolas, organizações, clínicas psicológicas, penitenciárias, centros comunitários, organizações governamentais e não governamentais, hospitais e algumas outras instituições. O campo científico e profissional da Psicologia é muito vasto.

 

Além dos enfoques clássicos, que envolvem clínica, escola e organização, o profissional pode trabalhar em setores mais variados, como os seguintes: esportivo, jurídico, social e comunitário, hospitalar e do trânsito.

 

Veja abaixo ao menos cinco carreiras que estão em alta para os profissionais da área.

 

 1. Neuropsicólogo

 

A Neuropsicologia é um ramo da Psicologia que está em contínuo crescimento. O objetivo da Neuropsicologia é investigar o papel dos sistemas cerebrais do indivíduo em modos mais complexos de atividades mentais, estudando os processos cognitivos e comportamentais.

 

Esse profissional pode trabalhar em diferentes instituições, realizando diagnósticos, ajudando nas reabilitações, orientando as famílias e efetuando serviços de equipe multidisciplinar. Portanto, encontra espaço em instituições acadêmicas (realizando pesquisas, ensinando), em hospitais (fazendo pré-avaliações e avaliações cirúrgicas), em clínicas (realizando reabilitações, avaliações e pesquisas), em juizados (avaliando e fazendo perícias) e em 

consultórios privados, além de realizar atendimentos domiciliares para reabilitação.

 

  2. Orientador profissional

 

O cargo de orientador ou orientadora profissional vincula-se ao processo de aconselhar jovens e adultos em assuntos relacionados à escolha de carreiras, de profissões, de cursos a seguir. No caso de cursos superiores, ele pode ser um importante aliado de jovens indecisos que, muitas vezes, começam e não terminam diferentes cursos até descobrirem aquilo que efetivamente desejam.

 

Esse profissional pode prestar serviços de forma autônoma ou até ser contratado por uma empresa para atuar na gestão de pessoas e processos organizacionais.

 

  3. Psicólogo educacional e escolar

 

A participação da psicóloga ou psicólogo na educação vem se consolidando com muito sucesso. Em um futuro breve, toda instituição de ensino contará com um desses profissionais.

 

A função da psicóloga ou psicólogo educacional e escolar é estudar e interferir no comportamento humano dentro do contexto da educação, trabalhando no processo de desenvolvimento de capacidades individuais, coletivas e institucionais.

 

Entre as muitas funções que esse profissional desempenha, podemos citar: atuar com as necessidades dos estudantes, docentes, administração e pais; planejar e realizar medidas eficazes para evitar que surjam problemas na experiência dentro da instituição, seja com os pais, professores, diretores, pedagogos, orientadores ou estudantes; e também produzir conhecimento e experiência de docência.

 

  4. Psicólogo hospitalar

 

A importância desse tipo de psicóloga ou psicólogo é indiscutível. Seu trabalho se dá no sentido de melhorar emocionalmente o estado dos pacientes hospitalizados e dos familiares deles, assim como dos profissionais da área da saúde. Assim, não se trata apenas de motivar pessoas com doenças emocionais, mentais ou psicossomáticas.

 

Esse profissional também pode ser chefe de uma equipe multidisciplinar que trabalha com essas situações.

 

Além disso, contribui para melhorar o desempenho da atuação de médicos e enfermeiros, acompanhando a recuperação do paciente e cooperando com todos os profissionais de saúde. Em casos de falecimento, esse profissional ou algum membro de sua equipe pode se encarregar de notificar os familiares da melhor forma possível.

 

A psicóloga ou psicólogo, ao estudar os fenômenos e processo psicológicos que fazem parte da constituição humana, pode tentar modificar a visão negativa de muitos pacientes a respeito de sua doença e de si mesmos.

 

  5. Psicólogo clínico

 

Por último, a profissão mais tradicional que o psicólogo pode exercer. O psicólogo clínico atua atendendo pessoas com os mais diferentes problemas emocionais, seja em uma clínica particular, seja em alguma instituição pública (como o CAPS, Centro de Atenção Psicossocial, ou um ambulatório), seja em grupos específicos.

 

Esse profissional realiza a psicoterapia, que consiste em ouvir o paciente e aplicar técnicas e procedimentos cientificamente validados pelas diversas abordagens psicoterapêuticas, a fim de compreender e promover a melhoria psíquica de um indivíduo, casal ou grupo de pessoas. A diversidade de pacientes que um psicólogo clínico pode atender é enorme, e não existem dois pacientes que possam ser tratados de forma igual, pois cada um tem sua própria história e conflitos.

 

Como se preparar para essas carreiras

As possibilidades de carreira para os psicólogos são muito interessantes e relevantes para a sociedade, por isso prometem ganhar ainda mais destaque nos próximos anos. Se você se interessou pela área e suas possibilidades, o primeiro passo na carreira é buscar um curso atualizado, com um corpo docente preparado pra orientá-lo corretamente, e forte fundamentação técnica e científica para ajudar a construir sua visão sobre a profissão e prepará-lo para o mercado.